Outras Notícias

  • Faleceu Carlos do Carmo 04-01-2021

    Ao tomar conhecimento do falecimento de Carlos do Carmo, personalidade ímpar da cultura portuguesa, da música, um dos maiores intérpretes do fado, democrata e...

  • CPPC homenageia Rui Namorado Rosa e 70 anos de luta pela paz 17-03-2019

    O CPPC homenageou Rui Namorado Rosa, membro da sua Presidência e que durante anos assumiu as funções de presidente e vice-presidente da direcção nacional. A...

  • Faleceu Armando Caldas 13-03-2019

    Hoje, 13 de Março de 2019, o encenador e actor, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), Armando Caldas, deixou-nos. Com um...

  • Homenagem a Rui Namorado Rosa 11-03-2019

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação tem o privilégio de contar com a participação, nos seus órgãos sociais, de Rui Namorado Rosa, que foi seu...

  • Falecimento de Vítor Silva 08-08-2018

    A Direcção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) lamenta informar do falecimento de Vítor Silva, ocorrido na madrugada de hoje. Membro do...

Não ao Terrorismo Golpista! Solidariedade com a Revolução Bolivariana

Armazém de alimentos

27 de Junho de 2017 - Anzoátegui

Numa clara acção de sabotagem para criar desabastecimento e desestabilização grupos da "oposição" incendeiam armazéns de alimentos e cadeias de distribuição, na imagem armazém no Estado de Anzoátegui, onde foram destruídas 50 toneladas de alimentos. O armazém servia 278 escolas, 31 centros de diagnóstico médico, 3 prisões, 1 lar de terceira idade entre outras instituições.

Ler mais...

Não ao Terrorismo Golpista! Solidariedade com a Revolução Bolivariana

La Carlota (base militar)

Grupos da "oposição" Venezuelana já por várias vezes atacaram com extrema violência a Base Aérea Generalíssimo Francisco de Miranda “La Carlota” em Caracas.

-/-

Não ao Terrorismo Golpista
Solidariedade com a Revolução Bolivariana

A República Bolivariana da Venezuela está a ser vítima de uma violenta acção de ingerência externa e desestabilização golpista que – procurando tirar partido de problemas económicos e provocando activamente o seu agravamento –, pretende interromper e destruir o processo de avanços democráticos, económicos, sociais, políticos e culturais e de afirmação de vontade soberana e independência nacional iniciado em 1998 e consagrado na Constituição venezuelana de 1999.

Ler mais...

Divulgação de nota do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz

Solidários com a luta do povo brasileiro divulgamos nota do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz), sobre a situação no Brasil.

“No Brasil, se fortalece a mobilização popular contra os ataques de um governo golpista

A Frente Povo Sem Medo e a Frente Brasil Popular, da qual o Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) faz parte, têm promovido o fortalecimento da mobilização dos brasileiros e brasileiras na defesa da democracia e dos seus direitos, vilipendiados por um governo nascido do golpe de Estado parlamentar, jurídico e midiático de 2016. As greves e manifestações que mobilizaram mais de um milhão de pessoas em todo o país são evidências da força que cresce.

Ler mais...

Não ao Terrorismo Golpista!

Orlando Figuera
4 de Junho de 2017 – Altamira, Estado Miranda

Elementos de grupo terrorista da “oposição” ao tomarem Orlando Figuera, de 22 anos, por apoiante do governo venezuelano golpearam-no, feriram-no com armas brancas e em seguida incendiaram-no. Orlando faleceu, devido aos seus ferimentos, alguns dias depois do ataque. Estão registadas pelo menos outras 3 pessoas a queimadas vivas em ataques dos grupos terroristas ligados à “oposição” na Venezuela.

Ler mais...

Finalmente a revogação da inaceitável “posição comum” da União Europeia sobre Cuba

Finalmente a União Europeia decidiu revogar o que ainda restava da sua inadmissível “posição comum” relativamente a Cuba, que remontava a 1996, e onde estabelecia uma política de ingerência inaceitável que punha em causa o direito soberano do povo cubano escolher o seu caminho.

O Conselho Português para a Paz e Cooperação considera positiva a revogação agora decidida de uma dita “posição comum” que nunca deveria ter sido tomada e que, no mínimo, há muito devia estar revogada.

O CPPC saúda Cuba pela vitória conseguida de revogação do que restava de uma “posição comum” caduca e inadmissível, e salienta que as relações entre Estados soberanos devem basear-se nos princípios da igualdade, reciprocidade e respeito mútuo, como o Governo cubano sempre defendeu e agora foi finalmente reconhecido pela União Europeia.

Direcção Nacional do CPPC