Outras Notícias

Dia da Mulher

  • manifestacao nacional de mulheres de 8 de marco 1 20200310 1680795352

    Saudando a Manifestação Nacional de Mulheres de 8 de Março, em Lisboa, promovida pelo Movimento Democrático de Mulheres e reconhecendo-se nos seus objectivos o Conselho Português para a Paz e Cooperação estará presente nesta jornada de luta e convida todos os amantes da paz a participarem na manifestação e a se juntarem à faixa com que o CPPC desfilará.

    Concentração Praça dos Restauradores, junto Avenida da Liberdade, às 14h30.

    O CPPC saúda calorosamente as Mulheres na luta contra a discriminação e violência, contra as desigualdades, na luta pelos seus direitos, pela afirmação da sua força fundamental para que no país haja uma verdadeira política de igualdade e justiça social.

    As Mulheres estiveram e estão na luta pela paz e contra a guerra, que está profundamente ligada à luta pelo progresso social. Estiveram e estão na luta por um Mundo livre de Armas Nucleares, em defesa do seu futuro, do futuro da Humanidade.

    Pela Paz, todos não somos de mais!

  • Neste Dia Internacional da Mulher, o Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) saúda todas as mulheres que lutam pela igualdade e contra qualquer tipo de discriminação, exigindo o cumprimento do artigo 13º da Constituição da República Portuguesa, dando, assim, um importante contributo para a Paz, o desenvolvimento e o progresso da humanidade.

    Num momento tão complexo e contraditório como o que estamos a viver no plano nacional, europeu e internacional, a luta pela igualdade de direitos e oportunidades é uma questão central, exigindo que ninguém seja privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever, independentemente do sexo e orientação sexual, da raça, língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução ascendência ou condição económica.

    A emancipação e o progresso da humanidade só será possível com a paz construída no respeito pelo princípio da igualdade, onde haja uma solução pacífica dos conflitos internacionais, o respeito pelo direito soberano dos povos a escolher o seu destino, exigindo-se o fim do colonialismo e de quaisquer outras formas de agressão, domínio e exploração.

    Por isso, neste 8 de Março, o CPPC saúda de modo particular as mulheres vítimas de guerras e agressões diversas, da pobreza, da destruição das suas vidas e apela a todas e todos para que se empenhem na luta pela Paz, progresso e desenvolvimento da humanidade.

    Direcção Nacional do CPPC